Ilha Grande

Selva montanhosa e ruínas históricas
No pico do Bico do Papagaio
Belas excursões pelas trilhas naturais

Procurar cruzeiros na América do Sul

Ilha Grande/Angra dos Reis

O ponto de partida perfeito para explorar a selva

À medida que se aproxima do porto colonial de Vila do Abraão, com as suas construções baixas e caiadas na Ilha Grande no seu navio de cruzeiro MSC, as montanhas erguem-se de forma dramática sobre o mar e, à distância, avistará o cume de formato curioso do Bico do Papagaio que atinge os 980 metros de altura e pode ser alcançado em cerca de três horas.
De facto, não há muito para ver em Abraão, mas é um ponto de partida suficientemente agradável para explorar o resto da ilha. Ilha Grande compreende 193 quilómetros quadrados de selva montanhosa, ruínas históricas e praias encantadoras, sendo excelente para passeios panorâmicos tropicais. A ilha é um parque estatal e as autoridades têm conseguido travar com sucesso o desenvolvimento e manter a interdição de veículos motorizados.

Ilha Grande oferece muitas excursões incríveis pelas trilhas bem preservadas e sinalizadas, mas recomenda-se que se tomem determinadas precauções básicas. Deve levar sempre bastante água potável e aplicar protector solar e repelente de insectos em intervalos regulares. Segundo reza a lenda, o pirata Jorge Grego seguia para o Estreito de Magalhães quando o seu navio foi afundado por uma frota britânica.

Terá conseguido escapar com as suas duas filhas para a Ilha Grande, onde se tornou um fazendeiro e comerciante de sucesso. No entanto, num rompante de raiva, assassinou o namorado de uma das filhas e, pouco depois, uma tempestade terrível destruiu todas as suas fazendas e propriedades. Desde então, Jorge Grego passou o tempo a vaguear pela ilha, perturbado, restando-lhe apenas tempo para enterrar o seu tesouro antes falecer.

Actualmente, se existe algum tesouro na ilha será a sua vida selvagem: papagaios, beija-flores exóticos, borboletas e inúmeros macacos na vegetação densa.

Lugares imperdíveis em Ilha Grande

Conheça as nossas excursões

    Sul do Brasil

    Para lá do Cristo Redentor
    Para lá do Cristo Redentor

    As três maiores cidades do Sudeste brasileiro: São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte formam um triângulo que faz girar a economia.

    Vale a pena visitar todas elas, mas dois pontos incontornáveis no seu cruzeiro ao Brasil são o Rio de Janeiro, que é realmente é tão arrebatador quanto aparenta ser nas fotografias, e a encantadora relíquia colonial de Paraty, situada entre o Rio e a crescente São Paulo. A norte, a cidade de Belo Horizonte fica em pleno estado de Minas Gerais, onde as antigas cidades portuguesas de Ouro Preto, Tiradentes e Diamantina irradiam o seu passado colonial.

    O Sul, que abrange os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul exibe orgulhosamente as suas Cataratas do Iguaçu, na fronteira com a Argentina, uma das grandes maravilhas naturais da América do Sul. Partindo de Curitiba, o percurso panorâmico Serra Verde Express serpenteia ao largo da costa, onde poderá parar para relaxar na ilha do Mel ou dar um salto às praias dos arredores de Florianópolis.

    Apesar da sua proximidade à cidade, a costa de São Paulo tem uma extensão de 400 km, mas é frequentemente preterida à cidade maravilhosa do Rio de Janeiro. A região do Nordeste, junto à fronteira com o estado do Rio de Janeiro, tem florescido rapidamente, oferecendo também grandes contrastes, desde as longas e amplas faixas de areia à beira de uma planície costeira até às enseadas paradisíacas sob uma paisagem montanhosa.