La Romana

Estâncias balneares encantadoras e luxuosas
A Cueva de las Maravillas
Ruas limpas, palmeiras em vasos e cafés acolhedores

Procurar cruzeiros nas Caraíbas, Cuba e Antilhas

La Romana

Vaguear pelas margens do rio

Os visitantes de La Romana, 115 km a leste de São Domingos, podem desfrutar da estância balnear florescente de Bayahibe logo à beira da estrada, e do complexo encantador da Casa de Campo que também está situado nas proximidades, aguardando a sua descoberta numa excursão MSC às Caraíbas e Antilhas.
No entanto, com restaurantes interessantes à beira-rio e a proximidade de atracções como a Isla Catalina e a Cueva de las Maravillas, vale efectivamente a pena visitar La Romana durante as suas férias nas Caraíbas, sendo ainda um ponto de escala bem localizado entre São Domingos e as praias da costa leste.

O centro da cidade de La Romana, com as suas ruas limpas repletas de palmeiras em vasos, aliadas a uma série de cafés acolhedores, bares agradáveis e um ou dois restaurantes excelentes, é um lugar agradável para se visitar. No entanto, na maioria das áreas do centro, não é possível avistar o rio e o acesso às suas margens não é fácil.

Ao invés, o Parque Central e as suas sombras encantadoras, é o principal ponto de encontro do local, possuindo uma combinação ecléctica de esculturas em metal e estátuas em fibra de vidro de antigos heróis locais do basebol. Poderá ficar a conhecer os talentos de jogadores actuais durante as partidas de Inverno no Estadio Francisco Micheli, a casa dos Toros del Este, situado em Abreu e Luperón no extremo ocidental da cidade. A oeste da arena, o mercado municipal vende inúmeros produtos agrícolas e carnes. Procure ainda as pequenas botánicas, que vedem artigos variados de vodu da República Dominicana.

Lugares imperdíveis em La Romana

Conheça as nossas excursões

    República Dominicana

    Onde o sol brilha incessantemente
    Onde o sol brilha incessantemente

    Um íman para os adoradores do sol mundialmente famoso, a República Dominicana é o destino de férias mais visitado das Caraíbas, além de reservar muitas outras surpresas.


    Para começar, oferece uma rica diversidade geográfica. Quantas pessoas de fora imaginam que o país possui cinco cadeias montanhosas diferentes, florestas tropicais aparentemente sem- fim, regiões semidesérticas cobertas de cactos, além da maior metrópole, do pico mais alto e do maior lago das Caraíbas? Ou que a capital, São Domingos, é a cidade colonial mais antiga das Américas? Para um país significativamente menor do que a Escócia, tem certamente muito a oferecer. Num cruzeiro à República Dominicana conhecerá o seu célebre litoral, cuja extensão é superior a 1000 km e onde poderá contar com centenas de lindas praias de areia branca, 166 km de recifes de corais e 325 quilómetros quadrados de mangues.

    Além da floresta tropical, existem pinhais extensos, sendo que a maioria se encontra nos diversos parques nacionais e reservas naturais do país. Em faixas de terra mais delicadas, encontrá os jardins minuciosamente mantidos de mais de 25 campos de golfe que complementam os espaços infindáveis reservados à prática de outros desportos, oferecendo inclusivamente um dos melhores lugares do mundo para a prática de kitesurf, Cabarete, e o melhor local de reprodução do Atlântico Norte da baleia-jubarte na baía de Samaná, oferecendo o cenário de excursões náuticas inesquecíveis.