Dubai

Souks antigos e centros comerciais modernos 
O edifício mais alto do mundo
O Thousand and One Nights Hotel

Procurar cruzeiros em Dubai, Abu Dabi e Sir Bani Yas

Dubai

Charme kitsch e hotéis sete estrelas

Uma excursão no seu cruzeiro MSC aos Emirados e Omã pode ser uma oportunidade de descobrir Bur Dubai, no coração da metrópole do Dubai, na parte sul do ventoso Dubai Creek. É a parte mais antiga da cidade e oferece uma perspectiva fascinante das raízes tradicionais da cidade.
Nesta zona encontrará as casas árabes antigas mais interessantes, agrupadas no belo e antigo bairro iraniano de Bastakiya e no bairro à beira-mar Shindagha, bem como o excelente Museu do Dubaie o envolvente Souk dos tecidos.

Os cruzeiros MSC aos Emirados e Omã também oferecem excursões ao bairro movimentado de Deira: o centro da actividade comercial tradicional do Dubai, que ainda é maioritariamente desenvolvida na zona animada do conjunto de souks antigos e que também inclui os célebres mercados do ouro e das especiarias. Alguns quilómetros a sul do centro antigo da cidade, começa a zona moderna de forma extraordinária com aSheikh Zayed Road, onde encontrará uma série de arranha-céus capazes de provocar dores no pescoço, como as cintilantes Emirates Towers.

No entanto, nem mesmo os últimos são capazes de ofuscar o empreendimento colossal, Downtown Dubai, na extremidade sul dessa faixa cujo epicentro é o extraordinário e novo Burj Khalifa, o edifício mais alto do mundo, ladeado por outras atracções que bateram recordes, como o gargantuesco Dubai Mall e a espectacular Dubai Fountain.

A ocidente da Sheikh Zayed Road, o subúrbio em expansão à beira-mar de Jumeirah é a morada habitualmente preferida dos expatriados europeus no Dubai, com as suas filas intermináveis de moradias cercadas por muros, intercaladas com uma dezena de centros comerciais e algumas atracções menos relevantes. Na extremidade sul de Jumeirah, encontrará pontos mais emblemáticos no subúrbio tranquilo de Umm Suqeim, incluindo o Jumeirah Beach Hotel, em forma de onda, o complexo extraordinário de inspiração arábica Madinat Jumeirah e o inesquecível hotel Burj al Arab.

Lugares imperdíveis em Khasab

Conheça as nossas excursões

    Emirados Árabes Unidos

    Diamantes que brilham no deserto
    Diamantes que brilham no deserto

    Na verdade, o Dubai é apenas um dos sete pequenos Estados que formam colectivamente os Emirados Árabes Unidos, ou EAU, uma confedereção livre fundada em 1971, após a saída dos britânicos do Golfo.

    Tecnicamente, os sete emirados são considerados iguais e preservam um nível considerável de autonomia legislativa, um pouco à semelhança dos diversos estados dos EUA – o que explica, por exemplo, por que motivo a legislação local difere tanto da do vizinho Sharjah.

    No entanto, na prática existe uma clara hierarquia, tal como constatará no seu cruzeiro aos Emirados. Abu Dabi é facilmente o maior e mais rico dos Emirados, serve de capital (mesmo se a cidade de Abu Dabi tem apenas metade do tamanho do Dubai) e exerce uma enorme influência a nível da política nacional, além de ser a residência do líder político dos Emirados.

    O Dubai está em segundo lugar, seguido por Sharjah e, a seguir, pelos restantes Emirados de Umm al Quwain, Ras al Khaimah, Ajman e Fujairah cujo desenvolvimento continua a ser fraco, tendo mesmo surpreendentemente alguns pontos empobrecidos.

    O facto de a união ter sobrevivido, não obstante as divergências de opinião por vezes consideráveis entre o Dubai e Abu Dabi, é um enorme tributo à diplomacia local, embora isso também tenha dado azo a alguns desvios, bastando para tal considerar que o Dubai, com a sua posição internacional de destaque, nem sequer é a capital do seu próprio e diminuto país.