Salalah

Seguindo os passos da Rainha de Sabá
A “Noiva do mar da Arábico”
Uma cidade verdejante

Procurar cruzeiros em Dubai, Abu Dabi e Sir Bani Yas

Salalah

A natureza conquista o deserto

Uma das paragens imperdíveis na viagem MSC a Dubai, Abu Dabi e Sir Bani Yas é Mascate, a capital do Sultanato de Omã, tal como o Omã era conhecido antes da ascensão ao trono de Qabus ibn Said.
Salalah
é a capital da região de Dhofar, no sudoeste do país. Nos arredores verdejantes da cidade, ainda regados sazonalmente pela fina chuva das monções, encontramos coqueiros e a árvore Boswellia sacra, a partir da qual se faz o incenso mais precioso usado pelos egípcios desde a Antiguidade.

Ao desembarcar para visitar Salalah, surpreender-se-á desde logo pela riqueza histórica e artística que o aguarda. A uma curta distância de Salalah, é possível visitar o sítio arqueológico de Khor Rori, com as ruínas da antiga cidade de Sumhuran, onde uma excursão poderá proporcionar-lhe a experiência empolgante de entrar no palácio de Verão da Rainha de Sabá.

Aquele que actualmente se encontra entre os vários locais de Omã declarados Património da Humanidade pela UNESCO foi o principal porto de exportação de incenso no passado. Além disso, na região, existem inúmeros locais protegidos pela UNESCO: “o sítio arqueológico de al-Balid”; os achados arqueológicos e rupestres de Shisr/Ubar; e o uádi Dawkah, localizado a aproximadamente 25 km a norte de Salalah, na região de Najd, para citar apenas alguns.

O património antropológico de Omã, aliado a uma fauna de riqueza inquestionável, sobretudo a enorme variedade de espécies de aves que voam ou fazem ninho nestas terras, conferiram a Salalah o título de “Noiva do mar Arábico”. Para admirar um dos castelos mais curiosos da região, poderá optar por uma excursão a Taqah, a 33 km de Salalah, onde, no século XIX, o Xeque Ali bin Taman Al Ma’shani construiu a sua casa, sendo actualmente um museu da cultura de Omã.

Lugares imperdíveis em Salalah

Conheça as nossas excursões

    Omã

    Cenários das mil e uma noites
    Cenários das mil e uma noites

    Aninhado entre o mar, o deserto e as montanhas imponentes e descendente de uma cultura milenar, o Sultanato de Omã fará o seu coração estremecer.

    As Areias de Wahiba – uma enorme extensão de terra – são a primeira atracção turística e uma paragem obrigatória no seu cruzeiro a Omã e aos Emirados. 

    Ao longo da estrada desde Nizwa até Sur, aventuramos-nos no deserto, seguindo pelas trilhas de areia que percorrem as dunas de areia acobreadas e o seu cenário inesquecível. 


    Quem procura uma verdadeira aventura na sua viagem a Omã pode fazer uma excursão a dois uádis, desfiladeiros que consistem em leitos secos de rios esculpidos pelas chuvas torrenciais periódicas. 

    Chegamos a Wadi Bani Awf numa pista todo-o-terreno que atravessa as montanhas Hajar, chegando a alguns dos picos mais altos e desfiladeiros vertiginosos ao longo de percursos emocionantes. Por sua vez, aqueles que adoram caminhadas vão gostar de Wadi Shab


    Os vestígios do passado belígero de Omã são testemunhados pelos seus inúmeros fortes. Um dos mais singulares é o Forte Nizwa, com a sua enorme torre circular no centro, com um diâmetro de 45 metros, tendo sido construído no século XVII pelo Sultão Bin Saif Al Ya’rubi para proteger a cidade. 

    Por outro lado, o Forte Jabrin é um dos mais impressionantes e bem conservados de Omã. As construções que parecem areia remontam ao século XVI e erguem-se no deserto em pleno palmeiral, a apenas cinco quilómetros de Bahla.