Cádis

Uma catedral barroca deslumbrante 
Uma cidade mística à beira-mar
A incrível Torre Tavira

Procurar cruzeiros no Mediterrâneo

Cádis/Sevilha

Atmosferas mágicas e misteriosas

Cádis é uma das mais antigas povoações de Espanha e também um dos principais portos do país.

Numa excursão de um cruzeiro MSC no Mediterrâneo poderá visitar a cidade velha, construída numa península que ainda conserva muito do seu aspecto original, com praças abertas e grandiosas, vielas de marinheiros e edifícios altos, com torreões.

Estando a ruir literalmente devido ao efeito da erosão marinha no seu calcário macio, tem um ambiente incrível, embora ligeiramente degradado. Mas, não obstante o seu estado de declínio, continua a ser um local profundamente místico.

O Museu de Cádis, o mais importante da província, está localizado em frente à Plaza de Mina e inclui o museu arqueológico no piso térreo com inúmeros artefactos e achados importantes da longa história da cidade. Mesmo que não seja dos maiores apreciadores do Alto Barroco, a grandiosa Catedral Nueva do século XVIII, que se vai desmoronando pouco a pouco, é uma atracção quase irresistível.

Cádis é um dos principais destinos de férias de Espanha pela sua catedral, totalmente decorada em pedra, sem qualquer vislumbre de ouro e com proporções absolutamente perfeitas. Na ponta do bairro mais antigo da cidade, o Barrio del Populo, da Idade Média, está a catedral “velha” ou original de Santa Cruz

que foi um dos edifícios mais afectados durante a invasão inglesa de Cádis em 1596, pelo que a igreja do século XIII foi reconstruída na sua quase totalidade. Um belo portal gótico na entrada sobreviveu e, no seu interior, encontrará um magnífico retábulo do século XVII com esculturas de Martínez Montañés. Um pouco atrás, não muito longe, estão as escavações de um anfiteatro romano do século I a.C.

Avançando no tempo, está o edifício do século XVIII da TorreTavira que, pelo facto de ser a torre mais elevada da cidade, e oferece uma vista excelente dos telhados sobre o mar. Além disso, um dos edifícios barrocos mais imponentes da cidade, na Capela do Hospital de Mujeres que inclui uma obra sublime de El Greco.

Lugares imperdíveis em Cadiz

Conheça nossas excursões

Nenhum resultado encontrado

    De momento, a selecção para este porto não tem resultados. Por favor modifique filtro para descobrir a melhor forma de descobrir o destino!

Chegar ao porto

Porto de Cadiz

Esta seção contém informações sobre como chegar até o porto

Terminal de Cruzeiros

Porto da Baía de Cádiz
Ancoradouro de Cádiz
Plaza de España 17 112006

Chegar ao porto de

  • Carro

    Vindo pela rodovia Norte (Sevilha e Jerez), acessar a rodovia AP-4 Barcelona para Cádiz e depois a Saída na interligação sinalizando Centro da Cidade (Centro Ciudad - Plaza de España 17). 

    Vindo da Costa do Sol (Málaga) acessar a rodovia A7 e sair para a rodovia A-381 depois pegar a Saída Los Barrios em direção a Jerez de la Frontera. Acessar a AP-4 antes de Jerez de La Frontera em direção a Cádiz e depois a Saída na interligação sinalizando Centro da Cidade (Centro Ciudad - Plaza de espana 17).
    Carro
  • Trem

    Há um trem local que parte da principal Estação Ferroviária San Fernando-Bahia Sur em direção à Estação Ferroviária nao centro da cidade de Cádiz na Plaza de Sevilla)
    Conte também com serviço de ônibus até o centro da cidade. As duas linhas são operadas pela empresa T.G.Comes. M - 010 e M - 011 Estas linhas operam a cada 20 minutos
    Do lado externo da extação há pontos de taxi
    Trem
  • Avião

    O Aeroporto de Jerez fica a 48 km (20 milhas) do Porto de Cádiz.
    Há ponto de taxi na saída do aeroporto
    Várias linhas de ônibus fazem o trajeto entre o Aeroporto Jerez de La Frontera e a cidade de Cádiz.
    Avião

Espanha

Amor à primeira vista
Amor à primeira vista

Caso esta seja a sua primeira visita a Espanha, tenha cuidado, pois trata-se de um país que rapidamente se torna viciante. Talvez tencione apenas fazer uma excursão durante o seu cruzeiro, um passeio a pé ou uma pausa na cidade, mas corre o risco de ser surpreendido por alguma coisa totalmente inesperada como, por exemplo, a comemoração de alguma fiesta local, ou a sublime arquitectura de Barcelona.

Até mesmo nas estâncias balneares mediterrânicas mais turísticas da Costa del Sol encontrará um bar ou restaurante autêntico, frequentado pelos locais, e uma aldeia não muito distante, na qual uma antiga tradição tauromáquica nada depende do turismo. 


Numa viagem a Espanha também poderá conhecer as grandes cidades do Norte, como Barcelona, que se reinventaram como destinos culturais essenciais (sendo que nem todas fecham para a "siesta" da tarde). 


E agora que o mundo se volta para Espanha em busca de inspiração gastronómica, dado que o país tem alguns dos chefes mais aclamados e restaurantes mais inovadores do mundo, não restam dúvidas de que as coisas mudaram. Apesar da instabilidade do contexto económico actual, o país é analisado sob um prisma muito diferente face ao da geração anterior. 

Por isso, prepare-se para ser surpreendido.