Málaga

O Museu Picasso 
A extraordinária cidadela de Gibralfaro
Um destino gastronómico

Procurar cruzeiros no Mediterrâneo

Málaga

Tapas para todos os gostos

A zona do centro requintado de Málaga, uma escala do seu cruzeiro MSC no Mediterrâneo, está amplamente adaptada à circulação exclusiva de peões e tem como núcleo a sua rua mais sofisticada, a Calle Marqués de Larios, repleta de lojas em voga.
Na Plaza de la Constitución, a principal praça de Málaga, encontrará uma fonte monumentalladeada por palmeiras esguias e esplanadas de inúmeros cafés e restaurantes. O centro de Málaga tem uma série de igrejas e museus interessantes, além de ser o local onde nasceu Picasso, entre eles o Museo Picasso Málagaque inclui uma colecção importante das obras do filho mais ilustre da cidade.

Debruçadas no topo da colina sobre a cidade estão as incríveis cidadelas de Alcazaba e Gibralfaro, vestígios extraordinários dos sete séculos de domínio mourisco.

Málaga também é conhecida pelo seu peixe e marisco que podem ser apreciados nos restaurantes e bares de tapas espalhados pela cidade e também nas aldeias piscatórias de El Palo e Pedregalejo, actualmente absorvidas pelos subúrbios, onde existe um passeio marítimo com algumas das melhores marisqueiras e chiringuitos (restaurantes à beira-mar especializados em peixe) da província.

Se optar por uma excursão, não deve perder a imponente Alcazaba. Claramente visível do seu navio de cruzeiro, do lado esquerdo da sua entrada na Calle Alcazabilla está o Teatro Romano, descoberto acidentalmente em 1951 e, após a realização de escavações e obras de restauro, é agora palco de vários eventos ao ar livre.

A cidadela também é de origem romana, com blocos e colunas de mármore intercalados com o tijolo mourisco das portas de dois e três arcos. Acima da Alcazaba, interligado à cidadela por uma longa muralha dupla (a coracha) está o Castelo de Gibralfaro. À semelhança da Alcazaba, foi primorosamente restaurado e presentemente abriga um museu interessante dedicado à sua história.

Lugar imperdível em Málaga

Conheça as nossas excursões

    Chegar ao porto

    Porto de Málaga

    Esta seção contém informações sobre como chegar até o porto

    Terminal de Cruzeiros

    Dique de Levante

    Chegar ao porto de

    • Carro

      Se estiver alugando um carro no aeroporto, siga o seguinte trajeto: Sair do aeroporto pela MA21 e depois continuar pela Av. Velazquez até o centro da cidade, ou então sair do aeroporto pela MA21 e depois de 6 km (4 milhas) acessar a Saída para a MA22, seguindo as placas indicando Centro da Cidade de Málaga e Porto.

      Se estiver alugando um carro na Estação Ferroviária Maria Zambrano, siga o seguinte trajeto até o porto: Acesse a Avenida Ingeniero Jose Maria Gamica e continue até o primeiro anel viário, pegando a terceira Saída, como se estivesse virando à esquerda. Depois continue pela mesma rodovia por 4 km (2 1/2 milhas) até chegar ao porto.
      Carro
    • Trem

      A Estação Ferroviária Maria Zambrano fica a 4 km (2,5 milhas) de distância do porto de Málaga. Do lado externo da Estação você encontrará um ponto de taxi.
      Trem
    • Avião

      O Aeroporto de Málaga fica a 15 km (9 milhas) de distância do porto. Do lado externo do aeroporto você encontrará um ponto de taxi
      Tempo do trajeto: cerca de 18 minutos dependendo do trânsito
      Avião

    Espanha

    Amor à primeira vista
    Amor à primeira vista

    Caso esta seja a sua primeira visita a Espanha, tenha cuidado, pois trata-se de um país que rapidamente se torna viciante. Talvez tencione apenas fazer uma excursão durante o seu cruzeiro, um passeio a pé ou uma pausa na cidade, mas corre o risco de ser surpreendido por alguma coisa totalmente inesperada como, por exemplo, a comemoração de alguma fiesta local, ou a sublime arquitectura de Barcelona.

    Até mesmo nas estâncias balneares mediterrânicas mais turísticas da Costa del Sol encontrará um bar ou restaurante autêntico, frequentado pelos locais, e uma aldeia não muito distante, na qual uma antiga tradição tauromáquica nada depende do turismo. 


    Numa viagem a Espanha também poderá conhecer as grandes cidades do Norte, como Barcelona, que se reinventaram como destinos culturais essenciais (sendo que nem todas fecham para a "siesta" da tarde). 


    E agora que o mundo se volta para Espanha em busca de inspiração gastronómica, dado que o país tem alguns dos chefes mais aclamados e restaurantes mais inovadores do mundo, não restam dúvidas de que as coisas mudaram. Apesar da instabilidade do contexto económico actual, o país é analisado sob um prisma muito diferente face ao da geração anterior. 

    Por isso, prepare-se para ser surpreendido.