Santa Cruz de Tenerife

O Parque Marítimo Cèsar Manrique
O “Castelo Negro”
A montanha mais alta de Espanha

Procurar cruzeiros no Mediterrâneo

Santa Cruz de Tenerife

Como um quadro pintado

Durante as suas férias num cruzeiro MSC nas Canárias, o porto de Santa Cruz de Tenerife dará as boas-vindas aos viajantes que desembarcarem nas suas ramblas (largas avenidas de três faixas) que levam até à central Plaza de España onde a arquitectura franquista atinge um dos seus expoentes máximos a nível nacional.
Durante as suas férias num cruzeiro MSC nas Canárias, o porto de Santa Cruz de Tenerife dará as boas-vindas aos viajantes que desembarcarem nas suas “ramblas” (largas avenidas de três faixas) que levam até à central Plaza de España onde a arquitectura franquista atinge um dos seus expoentes máximos a nível nacional. Por sua vez, se chegar através da zona antiga de Santa Cruz de Tenerife, deparar-se-á com igrejas construídas em diversos estilos arquitectónicos, desde o insular barroco da Igreja de São Francisco, ao estilo colonial canário da Iglesia de la Concepción ou ao da igreja construída no século XVIII num antigo convento, a Iglesia del Pilar.

Ao desembarcar do seu navio de cruzeiro, poderá explorar o Parque Garcia Sanabria com o museu de esculturas ao ar livre, Esculturas al Aire Libre, no qual uma natureza tropical se associa à arte contemporânea de Miró, Guinovart, Domínguez, Moore e muitos outros. O Parque Marítimo projectado pelo artista e arquitecto canário César Manrique é uma atracção imperdível, com as suas 5.000 palmeiras de 300 espécies diferentes, três piscinas cavadas nas rochas de lava, uma praia, bares e restaurantes.

Pode continuar a sua excursão até à Caleta de Negros, onde encontrará um dos castelos mais bem preservados da ilha, o de San Juan, conhecido como Castillo Negro (Castelo Negro) por ter sido construído em rocha de lava. Praias: A Playa de las Teresitas é uma das mais belas da costa setentrional de Tenerife, oferecendo palmeiras, uma brisa quente e mergulhos refrescantes no mar.

Fica logo nos arredores da cidade, na aldeia de San Andrés. Caso seja um admirador de papagaios multicoloridos, pinguins e de espectáculos com mamíferos marinhos opte por uma excursão ao Loro Parque, o jardim zoológico moderno em Puerto de la Cruz: um passeio perfeito para toda a família.

Tenerife tem a montanha mais alta da Espanha: o Teide, um vulcão activo de 3.718 metros de altura, dentro do parque com o mesmo nome e que, até durante a estação mais quente, lhe oferecerá a experiência de passar do clima tropical das praias para o clima alpino do seu pico.

Lugares imperdíveis em Santa Cruz de Tenerife

Conheça nossas excursões

    Chegar ao porto

    Porto de Santa Cruz de Tenerife

    Esta seção contém informações sobre como chegar até o porto

    Terminal de Cruzeiros:

    Avenida Francisco La Roche, 49
    38001, Santa Cruz de Tenerife
    Cais Sul

    Chegar ao porto de

    • Carro

      O translado de balsa até a ilha é operado pela empresa Fred Olsen e Armas. Para ir do terminal de balsas até o Terminal de Cruzeiros, acesse a rodovia que vai até o Porto de Santa cruz de Tenerife.
      Se seu ponto de partida for o Aeroporto Norte de Tenerife (Los Rodeos), acesse a rodovia TF-5. O tempo do trajeto para percorrer as 7,5 milhas de carro será de aprox. 15 minutos.
      Se seu ponto inicial for o Aeroporto Sul de Tenerife (Reina Sofia), acesse a rodovia TF-1. O tempo do trajeto para percorrer as 39 milhas de carro será de 55 minutos.
      Carro
    • Avião

      Tenerife possui dois aeroportos, ambos operam voos internacionais e domésticos. O Aeroporto Norte (Los Rodeos) fica a 12 km (7,5 milhas) do porto e o Sul (Reina Sofia) fica a 63 km (3o milhas) do porto pela rodovia TF-1. Na saída do aeroporto você encontrará à sua disposição serviços de taxi e de ônibus.
      O ônibus da empresa Titsa oferecem serviços econômicos de translado entre os aeroportos, o porto e o terminal rodoviária na Plaza España.
      Avião

    Espanha

    Amor à primeira vista
    Amor à primeira vista

    Caso esta seja a sua primeira visita a Espanha, tenha cuidado, pois trata-se de um país que rapidamente se torna viciante. Talvez tencione apenas fazer uma excursão durante o seu cruzeiro, um passeio a pé ou uma pausa na cidade, mas corre o risco de ser surpreendido por alguma coisa totalmente inesperada como, por exemplo, a comemoração de alguma fiesta local, ou a sublime arquitectura de Barcelona.

    Até mesmo nas estâncias balneares mediterrânicas mais turísticas da Costa del Sol encontrará um bar ou restaurante autêntico, frequentado pelos locais, e uma aldeia não muito distante, na qual uma antiga tradição tauromáquica nada depende do turismo. 


    Numa viagem a Espanha também poderá conhecer as grandes cidades do Norte, como Barcelona, que se reinventaram como destinos culturais essenciais (sendo que nem todas fecham para a "siesta" da tarde). 


    E agora que o mundo se volta para Espanha em busca de inspiração gastronómica, dado que o país tem alguns dos chefes mais aclamados e restaurantes mais inovadores do mundo, não restam dúvidas de que as coisas mudaram. Apesar da instabilidade do contexto económico actual, o país é analisado sob um prisma muito diferente face ao da geração anterior. 

    Por isso, prepare-se para ser surpreendido.