Mykonos

A Igreja de Paraportianí
O Museu do Folclore
Os célebres moinhos de vento brancos

Procurar cruzeiros no Mediterrâneo

Mykonos

Branco e azul, as cores da ilha

Ao navegar num cruzeiro MSC no Mar Mediterrâneo, Mykonos é a imagem por excelência das Cíclades. No Verão, a maioria das pessoas ruma para às praias durante o dia, pelo que a melhor altura para passear pelos labirintos de ruas estreitas é logo pela manhã ou ao final da tarde.
 
A configuração labiríntica das ruas visava confundir os piratas que assolavam Mykonos no século XVIII e inícios do XIX e, hoje em dia, ainda continua a provocar o mesmo nos visitantes. Ao desembarcar do seu cruzeiro MSC, perder-se nas suas ruas e vielas intrincadas faz parte da graça do lugar.

Partindo do seu navio de cruzeiro passará pelo Museu Arqueológico a caminho da cidade, especialmente construído em 1905 para exibir artefactos dos cemitérios da ilha de Rinia, no lado oposto da ilha de Delos. Uma excursão no seu cruzeiro MSC no Mediterrâneo pode ser uma oportunidade de descobrir os museus e os edifícios de Mykonos. A Casa de Helena é uma casa mercante totalmente restaurada e mobilada na viragem do século XX.

O Museu do Folclore, instalado numa mansão do século XVIII, reúne uma colecção de volume superior ao habitual de curiosidades, e inclui também um piso inferior dedicado ao passado marítimo de Mykonos. O museu partilha o promontório com a igreja mais antiga e conhecida de Mykonos, aIgreja de Paraportianí, uma miscelânea assimétrica fascinante de quatro capelas fundidas numa única. Além da igreja, a linha costeira estende-se até à zona que também é conhecida por Pequena Veneza, graças às suas casas altas venezianas de arcadas construídas até à beira da água na vertente sudoeste.

A par do bairro vizinho de Alefkándhra, esta é uma área de elevada densidade, repleta de galerias de arte, bares da moda, lojas e discotecas. A seguir à Pequena Veneza, os célebres moinhos de vento dominam o panorama, recuperados e preparados para oferecer boas oportunidades de fotografias.

Lugares imperdíveis em Mykonos

Conheça as nossas excursões

    Grécia

    Sob a protecção dos deuses
    Sob a protecção dos deuses

    Seria necessária toda uma vida a saltar de ilha em ilha para poder apreciar a totalidade das 227 ilhas gregas dispersas pelo mar Mediterrâneo.
    Com as suas águas verde-safira que banham as costas rochosas, repletas de enseadas secretas e praias de areia, as suas ilhas são a matéria dos cartazes de viagens de sonho e representam a ideia do verão grego por excelência: sol, mar e areia.

    Para qualquer pessoa que tenha uma veia cultural, um cruzeiro nas ilhas gregas será certamente inspirador. As marcas culturais são visíveis em quase todas as cidades ou aldeias e aí encontrará alguma ligação ao passado, seja um templo de Afrodite delicadamente desmoronado, um forte veneziano ameaçador ou um mosteiro bizantino empoeirado decorado com frescos requintados.
    Mas, numa viagem às ilhas gregas, a chamada para os deveres culturais nunca será muito avassaladora, pois os prazeres hedonistas do ócio e do calor – nadar em mares amenos ao entardecer, conversar e beber sob as estrelas – são tão cativantes quanto a cultura.
    A cidade globalizada e em plena expansão de Atenas é uma apresentação obrigatória e quase inevitável da Grécia: além da deslumbrante Acrópole, oferece um leque cosmopolita de diversões culturais, desde museus a concertos, lojas repletas de opções, restaurantes gastronómicos e discotecas animadas.