Valletta

Um porto mediterrânico protegido pela UNESCO
A capital da ilha de Malta
A Co-Catedral de São João

Procurar cruzeiros no Mediterrâneo

Valeta

Uma cidade do século XVI

O porto de Valeta, protegido pela UNESCO e capital da ilha de Malta, é uma das paragens obrigatórias de todos os bons cruzeiros no Mediterrâneo.

Poderá admirar este porto, construído na segunda metade do século XVI pelo francês Jean de la Valette e moldado pela Ordem Soberana e Militar Hospitalária de São João de Jerusalém, a partir do seu navio MSC mesmo antes de desembarcar. Os mais de 300 monumentos que se erguem em pouco mais de meio quilómetro fazem desta cidade o lugar com maior densidade de atracções históricas para visitar durante um cruzeiro, sem mencionar as restantes atracções como as praias, lugares à beira-mar e restaurantes.

Uma excursão na ilha pode começar logo na capital, Valeta, que encanta os passageiros dos cruzeiros com as suas famosas varandas maltesas que ornam as fachadas das casas da zona antiga. Cercada por diversas igrejas, sendo que os habitantes da ilha garantem haver uma para cada dia do ano, a Co-Catedral de São João é uma das principais atracções turísticas de Malta.

Por sua vez, o Museu Nacional de Arqueologia apresenta artefactos pré-históricos encontrados na ilha. A partir do Grande Porto é possível visitar as passagens subterrâneas do Auberge de Castille e os encantadores Jardins Barrakka, com vista para o porto. Quando os portões da cidade se fecham à noite, os seus pórticos servem de abrigo aos viajantes. Para saber como vivia a antiga nobreza de Malta, visite a Casa Rocca Piccola.

Um Palazzo do século XVI que presentemente é a residência do XIX Marquês de Piro. No palácio encontrará mobiliário de época e um abrigo anti-aéreo, construído para proteger dos bombardeamentos durante a Segunda Grande Guerra Mundial. O cenário do filme Popeye ainda pode ser visto a partir da maior praia de Malta, assim como o Santuário de Nossa Senhora de Mellieha, com o seu fresco da Abençoada Virgem Maria com Cristo. De acordo com a tradição, São Lucas, que naufragou na ilha com São Paulo, será o autor do fresco de estilo bizantino.

Lugares imperdíveis em Valletta

Conheça as nossas excursões

    Malta

    Milhares de anos de história
    Milhares de anos de história

    Malta é uma terra que vive em paz há mais de 10.000 anos e está situada em pleno Mediterrâneo, onde o passado e o presente coexistem em harmonia.

    Este Estado-arquipélago é constituído por três ilhas principais: Malta, Gozo e Comino. As mais antigas povoações humanas, que remontam ao Neolítico, localizavam-se a norte de Birzebbugia, em Ghar Dalam, onde se encontra a Gruta da Escuridão. Um local que, por sua vez, alia tradição, arquitectura e curiosidades cristãs é Mosta, onde poderá visitar a Igreja de Santa Maria Assunta, que possui um dos maiores domos do mundo.

    Uma viagem a Malta também deve incluir uma excursão ao centro da ilha, à cidade de Mdina, a “cidade do silêncio” ou “cidade notável”, protegida por muralhas altas, com as suas ruelas estreitas alinhadas com lojas de artesanato e pequenos restaurantes e lojas. A partir deste local poderá apreciar a melhor vista de toda a ilha.

    Para saber mais sobre a pré-história de Malta deve rumar para sul, para o Hipogeu deHal Saflieni, em Paola. Trata-se de uma construção subterrânea de três níveis, escavada numa rocha entre o IV e o III milénios a.C., que foi usada como santuário e cemitério. Pode ainda visitar um dos sete templosmegalíticos erguidos entre Malta e Gozo. Na principal cidade de Gozo, Rabat, poderá visitar a cidadela solidamente fortificada que se eleva a 150 m acima da cidade.