Kotor

A jóia de Montenegro
O antigo Palácio do Reitor
A Catedral de São Trifão

Procurar cruzeiros no Mediterrâneo

Kotor

Uma história gloriosa junto ao mar cristalino

Ao navegar num cruzeiro MSC no mar Mediterrâneo avistará a antiga cidade medieval de Kotor suspensa à beira de uma baía majestosa, a incontestável jóia da coroa de Montenegro.

Embora já não seja o segredo mais bem guardado da Europa, a ascensão precipitada de Kotor na liga de circuitos de cruzeiros turísticos não afetou negativamente os os encantos intemporais das suas vielas calçadas e praças escondidas. Os cafés e as igrejas existem em abundância e as muralhas da cidade são fitadas de forma ameaçadora por um conjunto de picos gigantescos.

Abaixo, um porto agora repleto de iates sofisticados delimita a Baía de Kotor, à semelhança de um fiorde pelas falésias de 1000 m que se elevam verticalmente das águas serenas. Para apreciar devidamente os encantos de Kotor visite a zona antiga da cidade, sem mapa, perca-se nas suas ruas labirínticas. Provavelmente iniciará a sua excursão no Portão Marítimo, junto ao porto, onde o seu navio de cruzeiro MSC aguardará o seu regresso, e depois rumará para a praça principal, Trg od Oružja.

Os cafés vão surgindo entre os edifícios majestosos, sendo que o mais ilustre é o Palácio do Reitor e a torre do relógio inclinada. Aventure-se pelas ruas e rapidamente chegará à Catedral de São Trifão, amparada por uma muralha de montanhas, perfeita para tirar fotografias. Vale a pena pagar a entrada para conhecê-la.

Noutros lugares também existem diversas igrejas dignas de visita, bem como um Museu Marítimo interessante que é um repositório de mapas náuticos e de modelos de navios. As muralhas da antiga fortaleza erguem-se orgulhosamente sobre a cidade pelo que vale a pena a subida. Reserve pelo menos 90 minutos para o passeio de ida e volta ao Castelo de Santo Ivo, de onde poderá admirar uma vista maravilhosa do fiorde.

Lugares imperdíveis em Kotor

Conheça as nossas excursões

    Montenegro

    Uma jóia inesperada
    Uma jóia inesperada

    O Estado minúsculo de Crna Gora é mais conhecido pelo nome italiano, Montenegro. O nome “Monte Negro” pode soar um pouco desolador, mas trata-se de uma terra repleta de cores.

    Cobertos de flores quase todo o ano, os sólidos picos do país são sarapintados pelo verde-escuro dos pinheiros, faias e bétulas pelos quais os riachos azul-turquesa serpenteiam em direcção ao convidativo mar azul-celeste. A sua costa mediterrânica está pontilhada, de uma ponta à outra, por praias amarelas e cinzentas vulcânicas e inúmeras casas pitorescas de telhados laranja, um verdadeiro postal que ganha vida e que pode ser admirado na sua viagem a Montenegro.

    Embora a costa seja a principal atracção para o viajante, a jóia mais preciosa de Montenegro – a incrivelmente fotogénica Kotor – está situada ligeiramente para o interior, na extremidade de uma baía que se assemelha a um fiorde. A cidade costeira de Budva é outra forte atracção, mas não deixe de visitar também as ruínas de Stari Bar.

    Longe da costa, os prazeres do país estão confinados sobretudo às montanhas, em especial ao espectacular parque nacional deDurmitor, ao passo que a antiga capital de Montenegro, Cetinje também vale a visita. Podgorica, a capital actual, recebe poucos visitantes, mas também tem os seus encantos.