Zeebrugge

A deslumbrante Bruges
Gofres e chocolates
Renda e cerâmica

Procurar cruzeiros no Norte da Europa

Zeebrugge/Bruges

A cidade medieval encantadora

Hoje em dia, Bruges tende a ser invadida por multidões, dado que a sua reputação de cidade medieval impecavelmente preservada fez dela o destino turístico mais popular da Bélgica. Mas ficaria a perder se viesse à Flandres
num cruzeiro MSC no Norte da Europa e não a visitasse: Os museus de Bruges apresentam algumas das maiores colecções de arte flamenga do país, e as suas ruas recônditas e sinuosas, urdidas em torno de um novelo de canais estreitos e alinhadas com construções antigas deslumbrantes, fazem jus à propaganda turística mais exagerada.

À descida do seu cruzeiro MSC, o ponto de partida mais evidente para explorar a cidade são as duas praças principais: a Markt, observada pelo grandioso campanário, e a Burg, ladeada pelo conjunto arquitectónico mais impressionante da cidade. A uma curtíssima distância dessas praças estão os três principais museus, entre os quais o Groeninge, que oferece uma amostra fantástica dos primórdios da arte flamenga.

Com outra curta caminhada chegará ao St-Janshospitaal e às pinturas eminentes do artista do século XV, Hans Memling, bem como às igrejas mais impressionantes de Bruges, a Onze Lieve Vrouwekerk e a St-Salvatorskathedraal. Mais afastados, os canais airosos e as calçadas labirínticas do leste de Bruges, que se estendem a partir de Jan van Eyckplein, são incrivelmente belos.

A característica arquitectónica mais proeminente são os telhados em degraus, célebres entre os séculos XIV e XVIII e recuperados pelos restauradores por volta de 1880, além das grandes mansões de estilo georgiano e das pequenas casas de campo, mais humildes e singelas.

Vamos sendo sucessivamente surpreendidos pela sóbria e subtil diversidade da paisagem urbana, que tem de tudo, desde as portas de entrada arqueadas e recônditas e os telhados de lousa até às chaminés instáveis e um grupo de santuários discretos e estátuas em miniatura.

Lugares imperdíveis em Zeebrugge

Conheça as nossas excursões

    Bélgica

    À descoberta da cultura flamenga
    À descoberta da cultura flamenga

    Pelo facto de ser um país federal com três línguas oficiais e uma rivalidade permanente entre os seus dois principais grupos – os flamengos de expressão neerlandesa e os valões de expressão francesa – a reputação da Bélgica é decerto enganadora.
    Um cruzeiro até à Bélgica mostrar-lhe-á cidades eruditas e cheias de vida no norte predominantemente urbano, florestas deslumbrantes e colinas acidentadas a sul. Umas férias na Bélgica são um prazer, com especial destaque para o apreço belga pela cerveja e pela cozinha requintada, reunindo assim todos os ingredientes para uma viagem verdadeiramente inesquecível. Tendo por vizinha a melhor cidade no topo de uma encosta da Europa, evidentemente que o Luxemburgo também desempenha o seu papel.

    Quase em plena Bélgica está situada a sua capital, Bruxelas, o coração da UE e uma cidade verdadeiramente dinâmica vibrante e multicultural. A norte, estendem-se as paisagens planas da Bélgica flamenga, cuja principal cidade, Antuérpia, é um antigo porto movimentado com o seu quinhão de belas-artes, moda vanguardista e o dobro dos bares existentes em Amesterdão.

    Mais a oeste, ainda na região flamenga, encontram-se as cidades carismáticas de Bruges e Gante, ambas donas de uma concentração impressionante de arquitectura medieval. A sul de Bruxelas, na região mais deslumbrante da Bélgica, nas Ardenas na Valónia, encontramos vales profundos e arborizados, picos elevados e cavernas escuras, sendo a cidade de Namur a porta de entrada mais óbvia.