Dover

Os lendários Penhascos Brancos de Dover
A Igreja de Santa Maria de Castro de estilo medieval
A Grande Torre

Procurar cruzeiros no Norte da Europa

Dover/Londres

Até onde a vista alcança

Quando o seu cruzeiro MSC chegar a Dover, o castelo será, de longe, a atracção mais interessante do porto. Além disso, não deixe de fazer um passeio pelos lendários Penhascos Brancos que dominam a cidade e que, desde há muito, têm sido uma fonte de inspiração de enamorados, viajantes e soldados a caminho da guerra.
 
Em 1168, um século após a Conquista, os normandos construíram a fortaleza que agora preside sobre o vulto do Castelo de Dover, um complexo defensivo extraordinariamente posicionado, usado continuamente como instalação militar até à década de 1980. Muito antes, os romanos já tinham colocado Dover no mapa quando escolheram o porto como base para a sua frota setentrional e construíram um farol para orientar os navios até à foz do rio.

Junto às ruínas hexagonais volumosas ergue-se uma igreja construída pelos saxões, de Santa Maria de Castro, que data do século VII. Mais acima na colina, ergue-se a imponente e bem preservada Grande Torre, construída por Henrique II como palácio. No interior, a sua faustosa corte real foi reconstituída ao pormenor: desde as panelas e recipientes da cozinha até às tapeçarias dos Aposentos do Rei. Todos os aspectos foram cuidadosamente investigados e reproduzidos recorrendo, sempre que possível, aos materiais e métodos da época.

Sessenta e quatro quilómetros a noroeste de Dover, os cruzeiros MSC no norte da Europa também oferecem excursões ao Castelo de Leeds, que se assemelha mais a um palácio de contos de fadas do que a uma fortaleza defensiva. As obras no castelo tiveram início por volta de 1120, metade numa ilha no meio de um lago e a outra metade no continente, rodeada de parques paisagísticos.

Depois de ter sido propriedade da realeza e nobreza ao longo de séculos (e, menos encantador, tendo também servido de prisão), actualmente, o castelo é palco de conferências, eventos desportivos e culturais , ao passo que no recinto existe aviário sofisticado que inclui algumas espécies exóticas sublimes e coloridas, bem como jardins bem cuidados e um labirinto de alguma complexidade.

Lugares imperdíveis em Dover

Conheça as nossas excursões

    Reino Unido

    Deus proteja a Rainha
    Deus proteja a Rainha

    O Reino Unido não é apenas um país, e sim quatro: Inglaterra, País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte, sendo que reúnem diversas identidades culturais. Por exemplo, é absolutamente impensável chamar um escocês ou um galês de inglês.


    Na sua viagem ao Reino Unido, não perca a verdadeira experiência londrina  pois a capital deve estar incluída em qualquer itinerário. 

    Brighton e a Cantuária oferecem diversões contrastantes. A primeira é uma autêntica estância balnear e a segunda é uma das melhores cidades medievais da Grã Bretanha. 


    No Sudoeste de Inglaterra encontrará as charnecas acidentadas de Devon, a costa rochosa da Cornualha e a cidade termal histórica de Bath, ao passo que as principais atracções do centro de Inglaterra residem nas cidades universitárias de Oxford e Cambridge

    Mais a norte, as antigas cidades industriais de Manchester, Liverpool Newcastle são lugares animados e revitalizados e York possui tesouros históricos majestosos, mas a paisagem, principalmente dos planaltos de Lake District, é a maior atracção. 


    É possível chegar facilmente aos melhores lagos, vales e picos da Escócia e ao cenário magnífico das ilhas da Costa Ocidental, a partir de Glasgow e Edimburgo,  sendo que última terá provavelmente a paisagem urbana mais cativante da Grã Bretanha. Por fim, um cruzeiro ao Reino Unido não estaria completo sem uma paragem na Irlanda do Norte, com a sua capital Belfast e a espectacular Calçada do Gigante.