Helgoland

Uma ilha de arenito vermelho extensa e estreita
Vilarejos pitorescos e típicos
Lange Anna

Procurar cruzeiros no Norte da Europa

Helgoland

Surpreenda-se com os edifícios coloridos

Helgoland é uma ilha alemã de arenito vermelho, extensa e estreita, que encontraremos no roteiro do cruzeiro MSC ao norte da Europa.
Base naval importante no passado, Helgoland foi ocupada pelos ingleses por muito tempo e efetivamente tornou-se alemã apenas no fim do século XIX. Bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial, os ingleses tentaram eliminá-la dos mapas náuticos usando-a como base para a RAF mesmo depois da guerra.

Hoje, como você poderá observar durante o cruzeiro MSC, Helgoland é um famoso destino turístico, dividido em parte inferior (Unterland) e parte superior (Oberland). Primeiro, você verá os edifícios do porto, onde os navios que chegam do continente ancoram, o sanatório e a prefeitura. Uma atração interessante de se visitar é o Aquário BiologischeAnstalt em Kurpromenade, dedicado à flora e à fauna do mar do Norte.

E graças à corrente do golfo, a fauna e a flora dessas terras são verdadeiramente únicas. Os vilarejos na ilha são típicos e pitorescos, com as casas mais coloridas. Um oásis com fontes termais, Helgoland é na verdade formada por duas ilhas como poderá descobrir nas excursões: na ilha principal, é possível ver claramente as falésias rochosas de arenito vermelho, conhecidas como Lummenfelsen, a rocha das aves; a segunda ilha, por outro lado, conhecida como Düne, é um trecho de praia que abriga colônias de focas.

Em 2011, os habitantes realizaram um plebiscito para rejeitar um projeto que pretendia unir as duas ilhas com uma ponte. Helgoland é caracterizada por uma formação rochosa incomum conhecida como Lange Anna (a Anna Superior), um “campanário” vermelho isolado do resto da falésia, na extremidade norte da ilha, que representa um contraste romântico com as águas azuis do mar do Norte

Lugares imperdíveis em Helgoland

Conheça as nossas excursões

    Alemanha

    Nas rotas da Liga Hanseática
    Nas rotas da Liga Hanseática

    Hoje em dia, numa viagem ao norte da Alemanha ficará a conhecer uma região de encanto bucólico.

    Apesar de Kiel, a capital do Estado, ser um porto abrupto e buliçoso, ainda se encontra livre do desenvolvimento urbano. A costa báltica entalhada pelos fiordes, a natureza e o vento que sopra da costa ocidental e a paisagem coberta pela linha do horizonte de cores cristalinas cativam desde há muito a imaginação dos artistas. Até em Lubeque a história se respira airosamente. Evidentemente que aquela que outrora já foi a cidade-estado conta com uma história tão rica e complexa à altura de qualquer enredo da autoria do filho da terra, Thomas Mann. Ainda sim, o motivo do seu encanto faz jus a uma das mais enigmáticas e antigas cidades alemãs, com uma herança e um sentido de valor cultural transmitidos ao longo dos séculos, na liderança da Liga Hanseática.

    Depois de percorrer os pesos-pesados culturais de Hamburgo e Lubeque, pode desfrutar de uma maravilha puramente natural com uma viagem até Schleswig-Holstein, durante o seu cruzeiro MSC no Norte da Europa, com as praias requintadas de Schleswig, dunas cobertas de feno-das-areias, faróis de riscas vermelhas e brancas, portos comerciais em fiordes profundos, um clima variável e o ambiente distintamente nórdico de Holstein.