Documentos obrigatórios para Cuba

Exigências para embarque e desembarque em Cuba

CUBA - Documentos Necessários
CUBA - Documentos Necessários

Os seguintes custos por pessoa serão aplicados directamente na sua conta a bordo – para todos os passageiros, incluindo nacionalidades que normalmente recebem a Tarjeta gratuitamente à chegada a Havana
 
50 USD para adultos e crianças de qualquer idade para cruzeiros que partam antes de 30 de Dezembro de 2019 (incluindo esta data)
75 USD para adultos e crianças de qualquer idade para cruzeiros que partam a partir de 6 de Janeiro de 2020 (incluindo passageiros que já reservaram)

Passageiros que embarcam e desembarcam em Cuba
 
Documentos necessários:
 
• Passaporte com 6 meses de validade restante;
• Visto "Cuba Special Visa"/“Tarjeta de Turismo” (será vendido/entregue a bordo do navio)
• Seguro de saúde/Seguro médico internacional
 
Informação válida para passageiros de nacionalidade portuguesa. Outras nacionalidades devem consultar as suas embaixadas.

Os detentores de passaporte estão autorizados a entrar em Cuba com um visto turístico (conhecido em espanhol como “Tarjeta de Turismo”), cuja validade é de 30 dias a partir da data da entrada em território cubano e válido apenas para uma entrada e saída. Este visto autoriza igualmente a permanência no território, em caso de outros posteriores serviços organizados de forma independente. Todos os passageiros (adultos, crianças ou bebés) que viajem com Pacotes “Só Cruzeiro” devem adquirir o seu VISTO turístico ("Tarjetas de Turismo") em separado e do seu próprio bolso antes do primeiro voo do seu país de origem. Em alternativa, o embarque em voos de ligação e de longo curso irá ser negado pela transportadora aérea. 
 
Independentemente da idade e do tipo do pacote, um outro visto turístico (“Tarjeta de Turismo”) será necessário na data de regresso do navio a Havana: este documento encontra-se disponível a bordo pelo custo de € 15 por passageiro, mesmo em caso de filhos nos passaportes dos pais. O montante é válido em outubro de 2017 e está sujeito a possíveis variações. Lembre-se, o visto turístico (“Tarjeta de Turismo”) não é um visto autocolante para ser colocado no passaporte, mas um papel em separado para ser mostrado em conjunto com o seguro de viagem ao Departamento de Imigração do Aeroporto. Os passageiros devem ter o visto turístico (“Tarjeta de Turismo”) consigo no aeroporto de partida, caso contrário poderá ser negado o embarque  no  voo selecionado. Todos os cancelamentos ou correções no VISTO turístico irão implicar a obtenção de um novo visto, pois o antigo não será aceite pelas autoridades de imigração cubanas. 
 
Para as escalas nos portos da Jamaica/Ilhas Caimão/México/Belize/Honduras, não é necessário um visto local, independentemente da nacionalidade dos passageiros, desde que a duração máxima da escala seja de 24 horas, com chegada e partida no mesmo navio.
 
Passageiros que embarquem da Jamaica/México: os passageiros das Honduras, Belize e Ilhas Caimão são informados de que é necessário um passaporte com 6 meses de validade.
 
Os Passageiros que embarquem da Jamaica e/ou México, Honduras, Belize e/ou Ilhas Caimão devem ter um visto turístico Cubano válido para 30 dias, a contar da data de entrada em território Cubano, sendo igualmente válido apenas para uma entrada e uma saída. Em alternativa, o visto turístico cubano pode ser adquirido a bordo do navio pelo mesmo preço e com as condições acima descritas: € 15 por passageiro, mesmo em caso de filhos nos passaportes dos pais. O montante é válido em outubro de 2017 e está sujeito a possíveis variações. 
 
Notas finais válidas para qualquer porto de embarque: para sua informação, os passageiros de origem cubana ou que tenham nascido em Cuba estão autorizados a embarcar no navio. Os passageiros norte-americanos não estão autorizados a entrar em Cuba desde fevereiro de 2017, exceto se estes passageiros tiverem, antes do embarque, uma licença do OFAC (Office of Foreign Assets Control/ Gabinete de Controlo de Bens Estrangeiros) para viajar para Cuba. 
 
Para as escalas nos portos da Jamaica/Ilhas Caimão/México/ Belize/Honduras, não é necessário um visto local, independentemente da nacionalidade dos passageiros, desde que a duração máxima da escala seja de 24 horas, com chegada e partida no mesmo navio.
 
Os passageiros são vivamente aconselhados a consultar a embaixada local para obterem informações mais específicas e atualizadas sobre as indicações acima mencionadas.
 
Passageiros que embarcam e desembarcam em Miami, Estados Unidos com destino a Havana (MSC Armonia)
 
Documentos necessários:
 
• Passaporte com 6 meses de validade restante;
• ESTA **
• Visto turístico/ “Tarjeta de Turismo”
• Seguro de saúde/ Seguro médico internacional
 
Informação válida para passageiros de nacionalidade portuguesa. Outras nacionalidades devem consultar as suas embaixadas.

Um visto especial cubano (Tarjeta) é necessário para visitar Cuba e será entregue no camarote dos hóspedes a bordo antes da chegada a Havana. O custo do visto (USD 50 por pessoa) será cobrado na conta dos hóspedes (cada passageiro precisará de visto, incluindo crianças de qualquer idade).
Ao fazer um Cruzeiro para Cuba proveniente dos EUA faz parte do Programa People-to-People e requer o cumprimento de regulamentos e atividades culturais especiais. Um programa cultural especial foi preparado para enriquecer o cruzeiro dos nossos clientes: temos o prazer de oferecer duas excursões de cortesia em Havana para os nossos hóspedes.
Por motivos legais, no embarque em Miami, todos os passageiros deverão preencher e assinar duas cópias de uma declaração legal. Este procedimento é obrigatório para todos os passageiros que visitam Cuba.

** Estados Unidos: os viajantes internacionais que quiserem viajar para os Estados Unidos estão agora sujeitos a requisitos adicionais de segurança. Todos os viajantes aptos que desejem viajar por via aérea e marítima para os EUA., sob o Programa de Dispensa de Visto (VWP), devem obter uma autorização de viagem eletrónica antes de viajar (ESTA). Para verificar quais os países abrangidos pelo VWP e para mais informações, consulte o site https://esta.cbp.dhs.gov/
A partir de 21 de Janeiro de 2016, o Governo Norte-Americano impôs restrições aos pedidos de ESTA e de visto a pessoas que visitaram o Irão, Iraque, Sudão e a Síria após o mês de março de 2011.
 
A todos os outros passageiros solicita-se que confirmem junto da respetiva Embaixada ou do respetivo Consulado.
 
Seguro de saúde/ Seguro médico internacional
 
Todos os passageiros devem ter um seguro de saúde válido em todos os portos de escala do itinerário, devendo o mesmo cobrir custos e despesas de repatriação para o país de origem em caso de ferimentos, morte ou qualquer outro tipo de riscos.
Se os passageiros tiverem um seguro de saúde fornecido pelo Sistema de Segurança Social nacional ou por uma empresa privada, deve ser fornecida  uma  certificação escrita do mesmo em espanhol (de preferência) ou em Inglês. 
 
A MSC Cruzeiros disponibiliza aos passageiros uma apólice de seguro da Europa Assistance que atende a todos os requisitos necessários para viajar para Cuba. Caso o passageiro já tenha o seu próprio seguro, ele deverá apresentar uma cópia do mesmo à agência de viagens e certificar-se de que a apólice de seguro está em conformidade com todos os requisitos acima mencionados.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Cuidados com Bagagens para Cruzeiros em Cuba
Cuidados com Bagagens para Cruzeiros em Cuba

Informamos que todos os passageiros com destino a Havana com os voos da AIR EUROPA, terão obrigatoriamente de ter na sua bagagem individual de porão ou de mão, a identificação da etiqueta de cruzeiro MSC + etiqueta de identificação pessoal (nome + morada + contacto).

 

É de suma importância que os passageiros coloquem a etiqueta de bagagem (que lhes é entregue com o bilhete de cruzeiro), nas malas destinadas ao check-in, desde o primeiro voo. 

Assim, informamos a todos os passageiros com reservas para estes cruzeiros (MSC OPERA) que devem colocar as etiquetas, devidamente preenchidas, nas pegas da bagagem, acrescentando a seguinte informação:


1. No caso de inexistência de Bilhete de Cruzeiro, é necessário que usem uma outra etiqueta, com o nome completo, navio e número de camarote.

2. No caso dos funcionários da transportadora aérea não aceitarem duas etiquetas (companhia aérea + companhia de cruzeiros), os passageiros deverão sublinhar que são passageiros MSC CRUZEIROS e que é um requisito da companhia para um bom controlo da bagagem dos seus passageiros.

 

MUITO IMPORTANTE: É de extrema importância que os passageiros à sua chegada a Havana, não se esqueçam de levantar toda a sua bagagem nos tapetes correspondentes.

Qualquer bagagem esquecida no aeroporto de Havana é da total responsabilidade do passageiro, assim como o levantamento tardio da mesma no aeroporto.

Cuba - Junho 2019

ACTUALIZAÇÃO: 6 de Junho de 2019
ACTUALIZAÇÃO: 6 de Junho de 2019

No seguimento das mudanças nas regulamentações inerentes às viagens para Cuba pelo Governo dos Estados Unidos da América, que suprimem a partir de 5 de Junho (ontem) a anterior autorização de cruzeiros com partida dos EUA escalarem em Cuba, a MSC Cruzeiros vai proceder de imediato à modificação de todos os seus itinerários previamente programados com escala no país. 

 

Como resultado destas significantes alterações nas regulamentações e leis dos EUA, o MSC Armonia já não se encontra autorizado a realizar escalas no porto de Havana, como parte dos seus cruzeiros actuais nas Caraíbas. Os portos alternativos de Key West, na Flórida ou Costa Maya, no México ou George Town, nas Ilhas Caimão ou Cozumel, no México substituirão Havana, em Cuba. O restante itinerário do MSC Armonia permanecerá inalterado.

 

Os viajantes para os próximos cruzeiros a bordo do MSC Armonia já foram informados em relação às alterações programadas, tendo-lhes também sido oferecidas as seguintes opções: 

 

> USD 400 de crédito a bordo por camarote. Caso este crédito não seja totalmente utilizado durante o cruzeiro, a MSC Cruzeiros devolverá a diferença no momento do check-out do navio. Todas as excursões em Havana previamente adquiridas, ou que estão incluídas no bilhete de cruzeiro, também serão automaticamente reembolsadas nas contas a bordo dos passageiros. 

 

> Possibilidade de alterar o navio e o itinerário. A MSC Cruzeiros abdicará das taxas de cancelamento e transferirá os fundos já pagos para uma nova reserva.