Notícias

ACTUALIZAÇÃO - EMBARQUE DE PASSAGEIROS - NOVAS MEDIDAS DE PRECAUÇÃO PARA A PROTECÇÃO DOS NOSSOS PASSAGEIROS E TRIPULAÇÃO

07-02-2020

ACTUALIZAÇÃO - 24 de Fevereiro 2020

Adicionámos novas medidas de saúde preventivas para todos os passageiros e tripulação que estejam em vias de viajar em qualquer um dos nossos cruzeiros.

As medidas melhoradas destinam-se a assegurar a saúde e o bem-estar de todos a bordo de cada um dos nossos navios.

Estas medidas são adicionais às introduzidas no dia 24 de Janeiro à luz do aparecimento do COVID-19 (coronavírus) na China.

Gostaríamos de reiterar que a saúde e segurança de todos a bordo dos nossos navios é a nossa prioridade e podemos assegurar que não houve quaisquer casos de coronavírus a bordo de nenhum dos nossos navios.

Os passageiros que, a partir de agora, embarquem num cruzeiro, terão de ter presente o seguinte:

Rigoroso rastreio de controlo pre-embarque:

> A MSC Cruzeiros tem conduzido e continuará a conduzir rastreios pré-embarque através de câmaras termais por forma a excluir pessoas que possam estar em risco e passageiros com sinais ou sintomas de doença como febre (≥38 C°/100.4 F°) ou estado febril, arrepios, tosse ou dificuldade em respirar. A estes ser-lhes-á negado o embarque. As mesmas regras aplicam-se aos seus acompanhantes de viagem, o que resultará na recusa de embarque;

Manter o navio livre de doenças infecciosas: 

> Durante todo o cruzeiro, nos portos de escala, passageiros e tripulação que embarquem e desembarquem serão frequentemente rastreados por câmaras termais para detecção de sintomas

> Para além disso, tem havido e continuará a haver uma assídua higienização profunda em cada um dos navios da nossa frota. Há um considerável aumento de desinfecção continua das áreas públicas, especialmente em áreas frequentemente tocadas pelos vários passageiros, como corrimões, botões de elevador, maçanetas de portas e balcões da recepção, para além das pessoas serem constantemente relembradas acerca da importância de lavarem as suas mãos de uma forma assídua e da necessidade de higienizá-las nos nossos antissépticos de mãos.

Estamos a negar o embarque de qualquer pessoa provinda das áreas de risco:

> Qualquer pessoa que tenha viajado para, de ou através da China Continental, Hong Kong ou Macau (ou transitado pelos seus aeroportos) nos passados 14 dias, ou visitado, verá o embarque ou sequer o acesso ao navio negados. As mesmas regras se aplicam aos seus acompanhantes de viagem (pais, esposos, filhos, irmãos ou um acompanhante que partilhe o camarote).

> Da mesma forma, qualquer pessoa que vive ou viajou para, de ou através de qualquer uma das seguintes cidades do norte da Itália nos últimos 14 dias, ou visitou estas cidades, terá acesso ao navio negado : Casalpusterlengo, Codogno, Castiglione d'Adda, Fombio, Maleo, Somaglia, Bertonico, Terranova dei Passerini, Castelgerundo, San Fiorano e Vò. Estes são os municípios sujeitos a medidas de quarentena implementadas pelas autoridades de saúde italianas.

> Qualquer pessoa que, dentro de 14 dias antes do embarque, tenha tido contacto próximo ou tenha ajudado a cuidar de alguém suspeito ou diagnosticado como portador de coronavírus, ou que esteja actualmente sujeito a monitorização da sua saúde por possível exposição ao coronavírus, será negado o embarque;

Mais informamos que os municípios italianos sujeitos às medidas de quarentena estão todos localizados no norte de Itália. Por essa razão, nenhum dos portos visitados por qualquer um dos nossos navios em Itália, bem como nenhum dos destinos de excursão relacionados, fica perto desses municípios ou de territórios vizinhos. Acreditamos que compreenderá que, dadas as circunstâncias, fomos obrigados a tomar estas medidas de precaução.

Estamos ansiosos por recebê-lo muito em breve a bordo do nosso navio e garantimos que tudo faremos para que as suas férias connosco sejam um cruzeiro único e memorável.

Caso persistam dúvidas, por favor não hesite em contactar o seu Agente de Viagens.

Para mais informação, faça o download dos PROCEDIMENTOS COMPLETOS DE RASTREIO

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


ACTUALIZAÇÃO - 18 Fevereiro 2020

A MSC Cruzeiros actualizou o itinerário da Grand Voyage de 28 noites do MSC Bellissima com destino à Ásia, com partida do Golfo no dia 21 de Março. 


A actualização do itinerário da Grand Voyage, de 21 de Março a 18 de Abril, implica o cancelamento dos portos de Shenzhen, na China Continental; Hong Kong; e Keelung, em Taiwan, e a adição dos seguintes portos: Laem Chabang/Bangkok, na Tailândia; Phu My/Ho Chi Minh City, no Vietnam; bem como um dia extra em Kobe, no Japão. Para além disso, o navio realizará também agora escala na Ilha de Sir Bani Yas, nos Emirados Árabes Unidos, em vez de Khor Fakkan, EAU. 


A Grand Voyage de 28 noites do MSC Bellissima com destino à Ásia, começará no dia 21 de Março no Dubai, com escalas no Golfo incluindo Abu Dhabi e a Ilha de Sir Bani Yas. A partir daqui, a viagem continuará em direcçao a leste, com escalas em Colombo, Sri Lanka; Phuket, Thailand; Langkawi, Penang, e Port Klang/Kuala Lumpur, Malásia e Singapura. O navio seguirá de seguida até Laem Chabang/Bangkok, na Tailândia; Phu My/Ho Chi Minh City, no Vietnam; com uma pernoite em Kobe, no Japão; antes de finalmente chegar ao seu destino em Yokohama, Japão, no dia 18 de Abril. 


Para garantir a saúde e bem-estar de todos os viajantes e tripulação A MSC Cruzeiros implementou uma série de acções desde o dia 24 de Janeiro devido à situação do Coronavirus originária na China. Apesar de não haver nenhum caso de Coronavirus a bordo de nenhum navio da MSC Cruzeiros, estas medidas são precauções adicionais para assegurar a saúde e bem-estar de todos os viajantes e tripulação. Os passageiros que vão embarcar num cruzeiro deverão ter em conta o seguinte:

> Qualquer pessoa que tenha viajado da China continental ou que tenha visitado a China Continental, Hong Kong ou Macau nos últimos 30 dias, ou visitado ou transitado através de aeroportos, terá o acesso negado ao navio. As mesmas regras aplicam-se aos seus acompanhantes de viagem (pais, esposas, filhos, irmãos ou alguém que partilhe o camarote);
> Passageiros com sinais ou sintomas como febre (≥38 C°) ou estado febril, arrepios, tosse ou dificuldade em respirar não poderão embarcar. As mesmas regras aplicam-se ao(s) seu(s) acompanhante(s);
> Qualquer pessoa que, nos 14 dias que antecedem o embarque, tenha tido contacto próximo, ou ajudado a cuidar de alguém com suspeitas ou diagnóstico de estar contagiado com coronavírus, ou que esteja de momento sujeito a monitorização de saúde por possível exposição ao novo coronavírus, não poderá embarcar;
> A MSC Cruzeiros continuará a conduzir rastreios pré-embarque necessários para cumprir estas medidas preventivas; 
> Passageiros com passaporte chinês que não tenham viajado de ou através da China Continental, Hong Kong ou Macau nos últimos 30 dias, e que gozem de boa saúde, podem aceder ao navio. No entanto, as autoridades de certos países estão temporariamente a não autorizar detentores de um passaporte Chinês a entrar nos seus territórios. Aconselha-se, no entanto, os portadores de passaporte Chinês a verificarem quaisquer restrições de viagem que possam ser aplicadas. Para além disso, existe neste momento uma levada e profunda higienização em todos os navios de toda a frota da companhia e os passageiros e tripulantes têm sido todos aconselhados a seguir sempre todas as directrizes de saúde e segurança, tais como lavar as mãos regularmente com água e sabão durante 20 segundos, bem como todas as outras recomendações e medidas de segurança pública. As medidas acima mencionadas e a decisão de alterar o itinerário do navio foi tomada com base no melhor interesse da segurança e bem-estar dos passageiros e tripulação da MSC Cruzeiros.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------


ACTUALIZAÇÃO NO ACONSELHAMENTO AOS VIAJANTES - 7 Fevereiro 2020

Para proteger a saúde e a segurança dos nossos passageiros e tripulação a bordo, A MSC Cruzeiros tomou uma série de acções precautórias, desde 24 de Janeiro, em toda a frota, respeitantes ao novo coronavírus que teve origem na China.

Muito embora não existam quaisquer contagiados com coronavírus a bordo de nenhum navio da MSC Cruzeiros, estas medidas são passos adicionais para assegurar a saúde e o bem-estar de todos os passageiros e tripulação.

Passageiros de embarquem num cruzeiros deverão ter o seguinte em conta:

> Alguém que tenha viajado para, de ou através da China Continental, Hong Kong ou Macau nos passados 30 dias, ou visitado ou transitado através de aeroportos, não poderá embarcar. As mesmas regras aplicam-se aos seus acompanhantes de viagem (pais, esposas, filhos, irmãos ou alguém que partilhe o camarote);

> Passageiros com sinais ou sintomas como febre (≥38 C°) ou estado febril, arrepios, tosse ou dificuldade em respirar não poderão embarcar. As mesmas regras aplicam-se ao(s) seu(s) acompanhante(s);

> Alguém que, nos 14 dias que antecedem o embarque, tenha tido contacto próximo, ou ajudado a cuidar de, alguém com suspeitas ou diagnóstico de estar contagiado com coronavírus, ou que esteja de momento sujeito a monitorização de saúde por possível exposição ao novo coronavírus, não poderá embarcar;

> A MSC Cruzeiros continuará a conduzir rastreios pré-embarque necessários para cumprir estas medidas preventivas;

> Passageiros com passaporte chinês que não tenham viajado de ou através da China Continental, Hong Kong ou Macau nos últimos 30 dias, e que gozem de boa saúde, podem aceder ao navio. No entanto, as autoridades de certos países estão temporariamente a não autorizar detentores de um passaporte chinês a entrar nos seus territórios. À data desta publicação, os detentores de passaporte chinês não estão autorizados a entrar em: Singapura, Taiwan, portos malaios e Tailândia. De notar que esta lista pode mudar em função de futuras regulamentações governamentais; Passageiros que estejam englobados por qualquer uma das medidas acima deverão contactar o seu Agente de Viagens.

Desde o surto do coronavírus na China, a MSC Cruzeiros tem monitorizado de perto a saúde pública e a situação da segurança em cada uma das regiões onde navegam os seus navios.

A companhia tem trabalhado de perto com autoridades de saúde locais e globais por forma a seguir os seus conselhos e recomendações.


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Devido ao surto do coronavírus na China, a MSC Cruzeiros está a tomar novas medidas de precaução para a saúde pública e o bem-estar dos seus viajantes e tripulantes, de forma imediata, em toda a sua frota global. 


A MSC Cruzeiros implementou uma série de acções desde o dia 24 de Janeiro e, devido aos últimos desenvolvimentos do coronavírus, tomou hoje medidas adicionais de saúde pública em toda a sua frota. Embora não haja casos de coronavírus a bordo de qualquer navio da MSC Cruzeiros, estas medidas são etapas adicionais para garantir a saúde e o bem-estar de todos os viajantes e tripulantes. 


• Viajantes de todas as nacionalidades devem preencher um questionário antes do embarque para garantir que ninguém que tenha viajado da China continental ou que tenha visitado a China continental nos últimos 30 dias embarca a bordo do navio. Qualquer pessoa que tenha viajado da China continental ou que tenha visitado a China continental nos últimos 30 dias terá o acesso negado ao navio; • Serão conduzidos exames térmicos obrigatórios, sem toque, a todos os viajantes e tripulantes antes do embarque em todos os cruzeiros operados pela companhia em qualquer lugar do mundo. Pessoas com sinais de doenças, tais como febre (≥38ºC) ou sintomas febris, calafrios, tosse ou dificuldade em respirar serão negados no momento do embarque; 


• Elevada e profunda higienização em todos os navios de toda a frota da companhia; 


• Os hóspedes que tiverem sintomas de febre serão isolados no seu camarote e a mesma medida será aplicada aos seus acompanhantes ou contactos próximos, incluindo viajantes no mesmo camarote e membros da família, bem como qualquer membro da tripulação que possa ter servido esses mesmos viajantes. 


Estas medidas vêm no seguimento de acções já tomadas na semana passada. Os hóspedes e tripulantes que viajaram na semana passada da China continental já foram devidamente examinados relativamente a eventuais sintomas no momento do embarque e foi-lhes solicitado que relatassem ao centro médico a bordo qualquer sintoma de doença. Desde o surto do coronavírus na China, a MSC Cruzeiros tem monitorizado de perto a situação de saúde e segurança pública em cada uma das regiões onde os seus navios estão a navegar. 


A companhia tem consultado as autoridades de saúde locais e internacionais para seguir os seus conselhos e recomendações.